mercado richard price difference mg pode samoieda alasca rottweiler beagle caracter dog historia malhado dócil bh cão guarda mini media

Conheça a raça do cachorro japonês famosa em filme, suas características, diferença da americana, personalidade, seu tempero, como é o macho, a fêmea, o filhote, cruzamento e mix, canil para comprar e venda no Brasil, preço e adoção

O processo de comprar um cachorro deve ser levado a sério, primeiro é preciso avaliar se terá condições de custear todos os cuidados do filhote, assim como se terá espaço para eles brincaram e dormir, inclusive quando já estiver adulto e, o mais importante de tudo, se terá tempo de cuidar dele.

Se já colocou todos esses fatores na balança e a resposta foi sim, então vamos a alguns dados do Akita Inu, raça da qual falaremos hoje.

Raça:

O Akita possui dois tipos de espécie: o Akita Inu, que é predominante no Japão, seu país de origem, e o Akita americano, que como o próprio nome já diz, é a versão americana da raça.

Ele é considerado um cachorro independente, obstinado e corajoso. Sua relação com o membros da família será de afeto, isso porque o Akita é um cão devoto e que protegerá todos os membros da sua casa.

Ainda assim, o Akita não é considerado o tipo de cachorro que pode ser criado por qualquer pessoa, mas em boas mãos ele se torna um ótimo companheiro.


filme white americano mixed pedigree for sale cruz sesame tudo curitiba livro 2 df doação porto alegre rs female pes santa catarina size alemão ribeirão preto fortaleza video grande

Alguns cuidados com saúde do Akita devem ser observados:

  • A alimentação deve ser indicada por um veterinário e as doses diárias devem ser obedecidas. O tipo de ração escolhida vai determinar a força dos ossos e dentes, saúde, brilho dos pelos e longevidade do animal evitando eventuais complicações de saúde.
  • Seu pelo deve ser escovado regularmente para evitar a formação de nós e tufos de pelos.
  • Ele precisa se exercitar diariamente e não é um cão indicado para espaços pequenos. Ele precisa correr e brincar para gastar energia e não destruir os móveis da casa.

Origem e história:

Acredita-se que o Akita remete a tempos remotos do Japão, chegando a ser comparado aos cães representados nos antigos túmulos japoneses, mas a raça que conhecemos hoje advém do século 17.

Um nobre que tinha grande interesse por cães ficou exilado na prefeitura de Akita na ilha de Honshu, uma área acidentada e com temperaturas bastante frias no inverno.

Durante este tempo, ele desafiou os proprietários que moravam da cidade a criarem uma raça poderosa que seria usada para caça.





No começo, conhecido como matagiinu, o Akita era especialista em caça de ursos, javalis e veados, facilitando a caça a distância. Isso demonstra o tamanho da força e resistência do animal.

A finalidade mudou nos 300 anos seguintes, por volta de 1880 o Akita começou a ser usado como cão de luta, chegando até a ser cruzado com outras raças para melhorar suas habilidades em lutas que foram exploradas em algumas guerras e batalhas.

Mas em 1920 a história mudou com a criação da Sociedade Akita-inu Hozankai, no Japão, que tinha o intuito de preservar o “Akita” original.

Em 1931 a raça foi nomeada uma das riquezas do Japão. O cachorro é tão famoso no país que existe uma estátua em sua homenagem. Na verdade, em homenagem ao cachorro Hachiko, que esperou, dia após dia, a volta do dono que faleceu.

A espera durou 9 anos, e hoje o país realiza cerimônias anuais em homenagem a Hachiko.

6 anos depois, em 1937, a raça chegou à América por meio de Hellen Keller que trouxe um filhote do Japão.

A popularidade da raça cresceu nos anos seguintes, principalmente depois da Segunda guerra mundial, quando os soldados voltaram para casa com filhotes de Akitas.

Atualmente a espécie é usada no Japão como cão de guarda e cão policial.

Diferença entre outros:

Ocorre uma comparação entre o Akita e o Husky siberiano, principalmente pelo fato dos dois serem de origem Spitz, mas existem diferenças entre os ambos.

  • Husky – De origem russa, o Husky é um cão muito sociável, que adora seres humanos e também estar na companhia de outros animais.
  • O Akita é independente e corajoso e não se relacionam tão facilmente com os humanos, mesmo sendo um cão protetor e afetuoso.




Tamanho:

O tamanho da raça varia de acordo com o sexo. Os machos são mais altos, medindo entre 63 a 71cm, já as fêmeas medem de 58 a 66cm.

Cor:

A cor vai variar dependendo da raça, se é o Akita japonês ou a espécie americana. O Akita Inu, japonês, pode ser encontrado nas seguinte cores:

  • vermelhos
  • branco
  • tigre (tigrado)
  • branco ou tigrado vermelho.

Já o Akita americano pode ser encontrado em diversas cores e combinações.




Canil para Comprar:

Na hora de comprar a raça no Brasil, pesquise um bom canil para adquirir o seu. Muitas opções aparecem no Google, mas de preferência para aqueles que já possuem experiência e tradição com a raça.

Se preciso, peça fotos para verificar as condições do cachorro e do local que ele vive.

E, obviamente, pesquisa sobre a fama do canil, certifique-se de comprar em um lugar onde os cães são bem tratados, tenha uma local adequado para dormir, comer, se o local é limpo e, acima de tudo, se eles não usam os adultos apenas como reprodutores e depois se livram deles quando não podem mais dar criar ou por estarem velhos.

Um animal que passa suas primeiras semanas de vida em um ambiente hostil e aglomerado pode desenvolver uma personalidade agressiva. Um animal com medo ativa seus mecanismos de defesa e tendem a partir pra agressão com mais facilidade. É muito importante conhecer a procedência do animal antes comprar.

Assim como nós, os animais também merecem ter e viver uma vida digna, sem serem usados como simples máquinas de reprodução.


rede pure sao paulo rio de janeiro hachiko chow chow abandono abandono rj siberiano olhos sp onde breeders mesa bh pastor valor husky olx

Preço de Venda e Adoção:

Os valores vão variar pela qualidade da raça dos pais, avós e bisavós do filhote, mas os valores variam de R$1.900 a R$3.200 podendo chegar ainda a quase R$ 7.000.

Adotar pode ser um processo mais difícil, já que se trata de um cão de raça e que quase ninguém doa cachorros de raça, mas se tiver a oportunidade de adotar, não a perca.

Você estará impedindo que, muitas vezes, esse cachorro seja abandonado ou exterminado.

Além do mais, adotar é um gesto de amor e carinho, e ter um cão em casa é sempre bom, anima o ambiente, ajuda a cuidar das crianças e ainda confere um amor incondicional ao seus donos.

Clique aqui e conheça tudo sobre o Malamute do Alaska!

Francês
Inglês
Maior do Mundo
Sonhar
Golden
Lulu
Pequenos
Nomes
Pastor



Loading...