guarda calor nova joao pessoa video belo bebe neve peluda mastiff shiba inu husky siberiano pastor alemão olx x vs curitiba cor é tudo valor

Conheça o cachorro gigante, suas curiosidades, diferença e mix com outras raças, como é o cruzamento, se tem canil de criador no Brasil, qual seu tamanho e largura, qual seu nome científico, preço para comprar, venda e como adotar

Hoje vamos abordar uma raça nobre, vigorosa, leal e uma das mais antigas do mundo. Estamos falando do Malamute do Alaska. se você é fã de cachorros vai adorar aprender um pouco mais sobre esses gigantes do Alaska. Confira!

Origem e Sobre a Raça:

A origem do Malamute (nome advindo da tribo criadora da espécie, os Mahlemuts) do Alaska remete a um passado longínquo e um tanto quanto incerto, mas o que se sabe é que a espécie foi criada pelas tribos que moravam ao noroeste do Alaska, com o intuito de usá-los como auxiliares nos trabalhos braçais, como a caça de renas, por exemplo.

Os animais dessa espécie se tornaram extremamente importantes para os colonizadores que chegavam à região por causa da corrida ao ouro, durante o período que a região foi vendida aos Estados Unidos, em 1867.


humano olhos goiania existe trem azul terra malha ficha mordida ond epes mercado akita livro video rj habitat desenho animais vivo lobo polo

Nesta mesma época, os colonizadores tentaram cruzar os malamutes com outras raças, mas então notaram que a diferença resultante deste cruzamento causaram novas habilidades nos cães e causavam queda em outras existentes, que além de serem resistentes ao clima frio e até mesmo hostil, eram perfeitos para o transporte das cargas em meio às baixas temperaturas, só que em questão a resiliencia o Malamute ainda era maior.

Uma curiosidade sobre essa tentativa de cruzamento de raças é que, um tempo depois, três americanos, Eva Short Shelley e seu marido, Milton, e Arthur Treadwell Walden iniciaram uma empreitada para salvar a espécie dessa mistura.

Apesar disso, o Malamute só ficou realmente conhecido e foi reconhecido em 1935 pelo American Kennel Club.

Com isso, a raça chegou aos Estados Unidos, onde se consolidou e pouco depois ganhou o mundo, inclusive no Brasil, onde chegou em 1967.

Com o fim da caça de ouro, os criadores desta raça começaram a usar seus cães para outras finalidades, buscando preservar a maior característica desse cachorro: o transporte de cargas.

Por isso os malamutes foram colocados em competições, tanto de velocidade (que não é a melhor qualidade desse cão) e resistência, onde os cachorros são testados em sua função original, ou seja, cão de tração de carga.




Características do Filhote:

Por ser um cão usado em tarefas pesadas, esse pequeno o “cachorro lobo” das regiões geladas precisa de bastante espaço para gastar suas energias, caso contrário, ele destruirá tudo que ver pela frente.

Outra característica dessa espécie é que eles são impulsivos e difíceis de controlar, por isso a educação/ adestramento deve começar cedo.

A escovação do pelo também deve ser iniciado desde cedo, já que essa espécie possui pelos grandes. A escovação é até mais importante que o banho.

Na questão emocional, o malamute é um cão super afetuoso, sociável e independente.

A alimentação deve ser realizada com ração indicada pelo veterinário nas doses certas pela quantidade de exercícios e peso do cachorro.

O pelo deve ser constantemente escovado para não criar nós e trazer coceiras, incômodos e até alergias.

Personalidade do Adulto:

As características do adulto são as mesmas do filhote, tendo apenas algumas pquenas diferenças. Assim como o Husky, ele tenta sempre impor-se como líder da matilha.

O latido um pouco excessivo é comum na raça, mas nada muito exorbitante. O uivo também é comum, principalmente quando ficam muito tempo sozinhos.

Os malamutes são carinhosos com crianças, mas, em contrapartida, não convivem bem com outros de sua raça ou espécie por causa do seu instinto de liderança.

São indicados para casa com quintal grande para que possam correr e se exercitar. Ambientes pequenos e apertados como apartamentos podem deixá-lo bem estressado e trazer problmas para quem criar e para o animal.




Qual Tamanho deste Gigante?

Chamado de lobo não só pela pelagem, o malamute tem esse apelido por ser um cão de grande porte e com características que lembram bem esse “primo”.

Os machos chegam a medir de 61 a 66cm, já as fêmeas de 56 a 61cm. Lembre-se que a raça foi criada para puxar trenós pesados através da neve por longos caminhos, ou seja, ele é grande e extremamente forte.

Cores:

Pode-se encontrar animais dessa raça de diversas cores e em tonalidade, mas uma coisa é predominante na espécie pura: a cor branca na cara, patas e abdômen.

Alimentação:

Esse cachorro é do tipo que come qualquer coisa em sua frente. Por isso, cuidar de sua alimentação é importante.

O ideal é oferecer pequenas porções de ração e não tudo de uma vez. Recomenda-se 600 gramas de ração, diariamente, divididas ao longo do dia.




Canil de Criador:

A raça não é muito popular no Brasil, mas com certeza é possível achar criadores especializados na espécie, na internet.

Claro, não esqueça de ver fotos e outros informações do canil para saber da fama do criador e se os animais vivem de forma que é esperado.

Alguns canis credenciados possuem sites na internet, mas existe também o mercado informal de vendas de filhotes que é realizado através de anúncios em classificados como OLX e Mercado Livre.

É importante conhecer a procedência do seu animal. Alguns canis clandestinos costumam usar de maus tratos com os animais, mantendo todos confinados em espaços pequenos e sem higiene. O tipo de tratamento recebido pelo animal quando ainda é filhote determina em muito a sua personalidade. Um filhote que não recebe atenção ou vive em ambiente de medo constante pode ser carente e medroso.

O medo ativa mecanismos de defesa que podem fazer com que ele se torne agressivo.

Por isso é importante saber a procedência do animal. Além do que, não se deve financiar locais que pratiquem maus tratos com os animais.

Se tiver qualquer suspeita sobre um canil ou criador assim denuncie.


tibetano americano samoieda bh rio de janeiro como alemao wallpaper chow chow doação alimentação hábitos mercado livre manaus brasília suiço marrom australiano

Preço de Venda e Adoção:

Se deseja ter um cão dessa raça, prepare o bolso. O valor desse lobo é de R$2.000 a R$6.000.

Quanto a adoção, é uma possibilidade, mas muito mais difícil, já que as pessoas costumam vender os cães de raça, e não doá-los.

Apesar de não se ter a garantia de receber um animal de raça através da adoção, existem vários cãezinhos fofos esperando por um lar que vão te amar muito se você os levar pra casa. Adotar é um ato de amor e nós encorajamos muito.

Entre aqui e conheça tudo sobre o Welsh Corgi Pembroke!





Francês
Inglês
Maior do Mundo
Sonhar
Golden
Lulu
Pequenos
Nomes
Pastor
Loading...