mercado livre  doação  bacia  de bloco, fibra  moderna  viagem  png  dupla

Para cães de pequeno porte, grande ou médio, modelos com varanda, feitos de vários materiais, ideias de projetos para ser feita em casa com tijolo, palete, alvenaria, reciclada, barata e para comprar

As casinhas de cachorro são um importante espaço cujo o animal pode chamar de seu. Geralmente, os cães gostam de marcar território e adoram obter um cantinho próprio.

No entanto, existem diversas opções que você pode escolher para o seu cãozinho. É possível encontrar modelos para cada porte, com variedades de materiais, designs e tamanhos.

É necessário que você preze por alguns detalhes como:

A casinha do seu amigo pet deve ser escolhida com muito carinho e atenção. Por isso, atente-se à sua resistência, tamanho, material, facilidade de higienização e principalmente onde a manterá.

Selecionamos aqui, as informações mais relevantes para que você não erre na hora de comprar a casinha do seu cachorrinho.

Para que serve a casinha do cachorro?

Casa é de fato sinônimo de aconchego! E para o cão não é diferente. Mesmo dividindo a casa com seus tutores, ele precisa de um lugarzinho para chamar de seu. É o lugar onde ele se sentirá confortável, seguro, relaxado e ainda conseguirá renovar as suas energias.

Especialmente quando o cão passa sua maior parte do tempo no espaço externo, obter uma casinha é imprescindível para manter uma boa saúde física e também mental, isto é, garantindo a proteção contra o sol, a chuva e até mesmo do vento.

Quais as diferenças entre as casinhas e seus materiais?

Antes de adquirir uma casa para o seu pet, é muito importante escolher um material resistente e principalmente que seja confortável para ele.

feita de caixa dágua média  no quintal  dona  raça  venda  caixa  filme melhor  filhote

Há três principais materiais existentes no mercado: Madeira, tecido e plástico. Confira abaixo as vantagens/desvantagens de cada um deles:

  • Casas em Madeira: As casinhas confeccionadas em madeira, possui maior resistência e durabilidade. Porém, tendem a absorver umidade com um pouco de facilidade e, por isso, precisam ser colocadas em ambientes cobertos. Os modelos feitos com a madeira de ipê e/ou peroba, resistem mais aos fungos, mofos e evitam o apodrecimento da mesma.
  • Casas em Plástico: Essas, oferecem mais facilidade na hora da limpeza. Elas podem ser montadas e também desmontadas o que facilita ainda mais o processo de higienização. Isso de fato, contribui consideravelmente para a saúde do animal. Além disso, são mais práticas e mais baratas comparadas com outros modelos e ainda proporciona conforto ao cão.

    Vale lembrar que, em dias quentes ela tende a esquentar bastante e em dias frios a temperatura interna cai muito. Por isso, mantê-la em ambientes cobertos se torna mais agradável para o animalzinho.

  • Casas em Tecido: Essas são mais fáceis de transportar. São indicadas para os cães de pequeno porte, porém, é possível encontrar em versões maiores. As casas em tecidos, são mais frágeis e sensíveis e, por isso devem ser utilizadas dentro de apartamentos ou casas. Mantê-las em ambientes abertos podem sujeita-las às intempéries e por consequência rasgar facilmente.
    A vantagem é que são laváveis, portáteis e ideais para pessoas que transportam cães regularmente. Além disso, esse é um modelo para quem deseja privilegiar o seu design e especialmente o conforto para o cachorro.

Qual tamanho a casinha deve ter?

paleta volta telha caminho mijando criar comprar ensino urina,quente

Antes comprar a casinha, você deve identificar o tamanho ideal para o seu cão. Ela precisa ter um espaço suficiente para que o animal possa ficar em pé confortavelmente e ser capaz de dar uma volta ao redor do próprio corpo.
Abaixo, deixamos uma média descrição dos portes bem como o tamanho ideal de casinha para cada um deles:

  • Porte Pequeno – largura de 47cm, altura de 45cm, comprimento de 60cm
  • Porte médio – largura de 51cm, altura de 51cm, comprimento de 67cm
  • Porte grande – largura de 75cm, altura de 71cm, comprimento de 95cm

Vale ressaltar que, essas medidas são aproximadas, variando para cada cachorro. No entanto, para não errar no tamanho, você deve seguir as instruções abaixo para identificar o tamanho ideal para o seu pet:

Com uma fita ou trena, meça o seu cãozinho da cabeça ao chão. Encontrada a medida, adicione ao menos 25% e assim determinará a altura ideal da casa. É importante não adicionar mais do que 50% da medida, pois pode interferir na retenção do calor corporal.

Cabeça para o chão + (Cabeça para o chão x 0.25) = Altura da casinha do cachorro.

Ex: Se a altura dele for de 56 cm, logo a altura total da casinha precisa ser 70 cm aproximadamente.

Antes de comprar ou fazer, onde você vai colocar a casinha do seu cachorro?

Nem todos os cachorros são indicados para viverem dentro de casa. Alguns tendem a se adaptar melhor ao ambiente externo.

Dessa forma, antes de efetivar a compra da casa para o seu pet, é preciso conhecê-lo e identificar qual o melhor espaço para ele.

Entretanto, se optar por colocar a casinha dentro de casa, você pode escolher entre:

  • Casinha de plástico – São resistentes, fáceis de lavar, mantém a temperatura adequada para o cão e garante conforto.
  • Casinha de tecido – São laváveis e extremamente confortáveis.

coco  ração ideias construir dormir  limpar vira lata, mudar, produtos  caseiro  frente  gosta

Mas se o ideal é manter o cãozinho no quintal de casa, pode-se optar por:

  • Casinha de madeira – Elas são muito resistentes e até confortáveis, porém não é recomendado ficar ao ar livre. Por isso, áreas externas cobertas são mais indicadas para evitar proliferação de fungos e que ela fique molhada por demais.
  • Casinha de plástico – Resistentes, laváveis e confortáveis. Porém, ao ar livre pode não manter a temperatura satisfatória. Portanto, área externa com cobertura é o ideal.

O que fazer para seu cachorro gostar cada vez mais da sua casinha, quais acessórios usar?

Após a escolha do local, material e tamanho da casinha, é hora de colocar atrativos para a adaptação e conforto do cão.

Dentre os diversos acessórios existentes, os mais recomendados são:

  • Colchões ou almofadas;
  • Brinquedos;
  • Cobertores para os dias mais frios.

Lembre-se de tomar cuidado com o exagero, pois o excesso de adereços pode prejudicar o conforto e a locomoção do cãozinho.

Agora que você já identificou a melhor opção, é hora de garantir a casa do seu amiguinho. Temos certeza de que ele ficará ainda mais feliz em ter sido adotado por você e será grato pelo carinho que recebe ao longo de sua vida.

Clique aqui e saiba como calcular a idade do seu cachorro!




Loading...